Cirurgia Refrativa: Tenha Visão nítida sem usar óculos
20 de agosto de 2017
Cirurgia de Catarata
23 de novembro de 2017

Livrar-se definitivamente dos óculos para longe e perto é possível inclusive com idade avançada.

Técnica moderna de Cirurgia da Catarata aliada ao uso de materiais ultra tecnológicos é capaz de eliminar a necessidade do uso de óculos no pós-operatório.

 

A Presbiopia ou “vista cansada”, na linguagem popular, acontece quando a lente natural que possuímos desde o nascimento torna-se mais rígida com o passar dos anos, perdendo, assim, sua flexibilidade e capacidade de focar, o que na medicina chamamos de “acomodação”. A acomodação depende da habilidade de nossa lente natural modificar sua forma, possibilitando que objetos próximos sejam focados pelo sistema ópitco natural, o que propicia a capacidade de leitura. A maioria das pessoas desenvolvem o início da presbiopia por volta de 40 anos de idade, sendo que este processo torna-se gradativamente pior com o avanço da idade. A partir daí começa a necessidade de “esticar o braço para ler” e a busca pelos óculos torna-se inevitável. Além disso, esta mesma lente natural começa a tornar-se mais opaca, o que chamamos de catarata. Estima-se que mais de um bilhão de pessoas no mundo são présbitas e este número aumenta conjuntamente com os casos de catarata conforme a população de idade mais avançada cresce em quase todos os Países. A abordagem convencional para este problema é a prescrição de óculos pelo médico oftalmologista. Nos casos de catarata a abordagem é a extração do cristalino (nome da lente natural que possuímos em nossos olhos) concomitante ao implante de lente intraocular, que é uma prótese oftalmológica substituinte da lente natural (cristalino) extraída pelo cirurgião oftalmologista. Esta abordagem convencional nao é isenta de problemas como amplitude limitada de foco para perto (leitura), diminuição do contraste, “glare” (tipo de embaçamento), halos (em torno de objetos ou lâmpadas ), distorção óptica, aberrações, campo de visão limitado e “imagens-fantasmas”.

 

Porém, atualmente , com o avanço da indústria de materiais, possuímos produtos de maior tecnologia. O tipo e a qualidade da lente intra-ocular a ser implantada em cada caso deve ser discutida com o seu médico. A maioria de meus pacientes têm solicitado o implante de lentes intra-oculares de última geração , as chamadas lentes intraoculares multifocais trifocais, que possuem foco de longe, perto e intermediário. Diferente das lentes intra-oculares convencionais, que quase invariavelmente requerem o uso de óculos após a cirurgia, as lentes “premium” multifocais de alta tecnologia tornam os pacientes mais independentes dos óculos para leitura e direção de veículos, com qualidade de visão similar àquela que possuíam quando mais jovens.

 

Quais são os diferentes tipos de catarata?

 

• Relacionada à idade: neste grupo encontramos cerca de 90% dos casos.

• Catarata Congênita: Alguns bebês nascem com o problema ou o desenvolvem durante a infância; normalmente acomete os dois olhos.

• Catarata Secundária: Desenvolvem-se em pessoas com problemas de saúde, como Diabetes e em casos de uso de determinados medicamentos como corticosteroides, tratamentos que envolvam radiação…

• Catarata Traumática: Ocorrem rapidamente após um trauma (batida no olho) ou anos após o episódio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>