Bons hábitos
18 de julho de 2017
Cirurgia Refrativa: Tenha Visão nítida sem usar óculos
20 de agosto de 2017

CERATOCONE Deformidade da córnea pode ser tratada por meio de diversas e avançadas opções

O que é: Doença não inflamatória progressiva do olho na qual mudanças estruturais na córnea (que alteram sua biomecânica – resistência e elasticidade) a tornam mais fina e modificam sua curvatura normal (praticamente esférica) para um formato mais cônico. Costuma aparecer na adolescência e progredir até os 30-35 anos de vida, quando, então, estabiliza-se.

Sintomas: O principal sintoma é a visão borrada e distorcida tanto para longe quanto para perto. Acentuada baixa na visão proveniente do astigmatismo irregular (distorção da imagem causada pela alteração da curvatura normal da córnea); desconforto visual (sensibilidade à luz), dor de cabeça e fotofobia.

Diagnóstico: é feito com base nas características clínicas e com exames objetivos como a topografia e a paquimetria.

Tratamentos:

Óculos: quando o astigmatismo irregular ainda é baixo.

Lentes de contato: existem vários modelos, a aplicação dependerá de diversos fatores. As lentes permitem a melhora da visão, mesmo em graus mais avançados, graças a avançadas técnicas e materiais. Porém, não evitam a sua progressão.

Anel intracorneano (anel de Ferrara): indicado aos pacientes que já apresentam intolerância às lentes. Permite melhorar a visão por meio da regularização da córnea. Diminui o astigmatismo, bem como a curvatura corneana característica do ceratocone. Somente o médico poderá determinar em quais casos é aplicável.

Crosslinking (ligação de colágeno de córnea com a riboflavina), este tratamento com laser serve para tentar estabilizar a doença. Atua no sentido de aumentar ligações covalentes entre as fibras de colágeno, com o objetivo de fortalecer a córnea.

Transplante de córnea: procedimento empregado quando nenhuma outra alternativa surtiu resultado. No Hospital de Olhos do Paraná esta cirurgia pode ser realizada empregando avançadas técnicas a laser, que propiciam a rápida recuperação do paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>